O Movimento dos Advogados Trabalhistas Independentes conseguiu uma liminar na Justiça Federal, barrando a posse de Cristiane Brasil no Ministério do Trabalho, prevista para esta terça (09). Na foto, os advogados do movimento que assinaram ou são parte na ação: Marcos Maleson, André Porto Romero (diretor do Sindicato), Marcos Luiz e Andre Figueiredo Romero

 

O juiz Leonardo da Costa Couceiro, da 4ª Vara Federal de Niterói, suspendeu na noite desta segunda-feira (08) a posse da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) para o Ministério do Trabalho.

A liminar foi concedida a partir de ação popular do Movimento Independente de Advogados Trabalhistas.

Integrantes do movimento entraram com várias ações contra a nomeação da deputada em comarcas do estado.

O Sindicato dos Advogados-RJ apoia a iniciativa e tem diversos integrantes de sua diretoria assinando as ações.
A parlamentar foi processada na Justiça do Trabalho por dois ex-motoristas e descumpriu a legislação básica.

Segundo O Globo, ela chegou a pedir ao presidente Temer para antecipar a sua posse, marcada para esta terça (9), temendo, exatamente, ser impedida pela Justiça de ser empossada.

Leia neste link a decisão do juiz Leonardo Couceiro.