Ato em defesa da Justiça do Trabalho organizado pela OAB-Nova Iguaçu (05/02) teve a presença do diretor do Sindicato dos Advogados-RJ e conselheiro da OAB-RJ, Claudio Goulart (2ª à esquerda), que representou as duas instituições

A OAB Nova iguaçu realizou na manhã desta terça-feira, dia 05, ato em defesa da Justiça do Trabalho (JT). A manifestação foi feita na sede da JT daquele município e teve a coordenação do presidente da subseção, Hilário Franklin Pinto de Souza, que também é diretor do Sindicato dos Advogados-RJ.

Representando a OAB-RJ e o Sindicato dos Advogados-RJ, Claudio Goulart, respectivamente conselheiro efetivo e tesoureiro das instituições, criticou a reforma trabalhista, aprovada pelo Congresso no final de 2017, que abalou toda a base das leis trabalhistas. Claudio também criticou os sindicatos e centrais sindicais que não conseguiram se mobilizar o suficiente para barrar a reforma.

Além disso, ele fez uma mea-culpa, em relação à classe, quando disse que os próprios advogados da JT também têm parcela de culpa: “Poucos (advogados) foram aqueles que se levantaram e entraram em contato com os seus representantes no Congresso Nacional para fazer uma grande mobilização (contra a reforma)”.

Também participou do ato o presidente da Associação Fluminense de Advogados Trabalhistas (AFAT), Marcelo Cruz.